PREVENDO O MEDO DO CRIME

evidências a partir de um bairro maceioense

Autores

DOI:

https://doi.org/10.32813/2179-1120.2020.v13.n2.a621

Palavras-chave:

Medo do crime, Insegurança, Maceió

Resumo

Neste artigo são apresentados os resultados de um estudo prospectivo conduzido com o objetivo de verificar a potencialidade preditiva de alguns fatores associados ao medo do crime expresso pela população do bairro maceioense de Benedito Bentes, o maior bairro da capital alagoana. A pesquisa compreende uma análise descritiva de dados primários a partir de um modelo estatístico de regressão linear multivariada. A despeito dos diferentes contextos que se inscrevem na realidade do bairro analisado, alguns dos indicadores selecionados para o estudo se apresentaram melhores preditores que outros em relação à sensação experimentada de medo, a saber, o sexo feminino, a raça/cor não-branco, a disposição de cão de guarda, a disposição de habilidades de autodefesa e o acesso à internet como fonte de informação sobre crimes.

Biografia do Autor

Fillipi Lúcio Nascimento, Universidade Federal de Pernambuco

Doutorando em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pesquisador do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Políticas de Segurança (NEPS/UFPE).

Jairo da Silva Gomes, Universidade Federal de Alagoas

Mestre em Sociologia pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Pesquisador do Laboratório de Estudos sobre Segurança Pública (LESP/UFAL).

Referências

BATISTA, V. M. O medo na cidade do Rio de Janeiro: dois tempos de uma história. Rio de Janeiro: Revan, 2003.

BEATO, C.; PEIXOTO, B. T.; ANDRADE, M. V. Crime, oportunidade e vitimização. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 19, n. 55, p. 73-89, 2004.

BRANTINGHAM, P.; BRANTINGHAM, P. Environment, routine and situation: toward a pattern theory of crime. Advances in Criminological Theory, v. 5, n. 2, p. 259-294, 1993.

CAMINHAS, D. A. Medo do crime: uma análise exploratória sobre suas causas em Minas Gerais, 2009. 2010. 140 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia). Belo Horizonte, Universidade Federal de Minas Gerais, 2010.

CECCATO, V. The urban fabric of crime and fear. Dordrecht: Springer, 2011.

CORDNER, G. Reducing fear of crime. [s. l.]: [s. n.], 2016.

CRAWFORD, A. et al. Crime and insecurity. New, York: Routledge, 2013.

DITTON, J. et al. From imitation to intimidation: a note on the curious and changing relationship between the media, crime and fear of crime. The British Journal of Criminology, v. 44, n. 4, p. 595-610, 2004.

FIELD, A. Descobrindo a estatística usando o SPSS. Tradução de Lorí Viali. 2ª ed. Ponto Alegre: Artmed, 2009.

FORUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. 13º Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Brasília: FBSP, 2019.

FORUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Brasília: FBSP, 2015.

HENIG, J.; MAXFIELD, M. G. Reducing fear of crime: strategies for intervention. In: HENIG, J.; MAXFIELD, M. G. (Eds.). The fear of crime. New York: Routledge, 2017. p. 489-505.

HUGHES, G. et al. Crime prevention and community safety: new directions. New Jersey: Sage, 2002.

HUNTER, A. Symbols of incivility: social disorder and fear of crime in urban neighborhoods. In: Annual meeting of the american criminological society, Dallas. 1978.

IBGE. Censo. 2010. Disponível em: <http://www.censo2010.ibge.gov.br/>. Acesso em: 17 nov. 2019.

LAGRANGE, R. L. et al. Perceived risk and fear of crime: role of social and physical incivilities. Journal of Research in Crime and Delinquency, n. 29, v. 3, p. 311-334, 1992.

LEWIS, D. A.; SALEM, G. W. Fear of crime. New Yoork: Transaction Publishers, 2017.

MAJELLA, G. Maceió em Guerra: exclusão social, segregação e crise da segurança pública. Recife: [s.n.], 2019.

MICELI, R.; ROCCATO, M.; ROSATO, R. Fear of crime in Italy: spread and determinants. Environment and Behavior, n. 36, p. 776- 789, 2004.

SILVA, B. F. A.; BEATO FILHO, C. C. Ecologia social do medo: avaliando a associação entre contexto de bairro e medo de crime. Revista Brasileira de Estudos de População, v. 30, p. S155-S170, 2013.

VALERA, S.; GUARDIA, J. Perceived insecurity and fear of crime in a city with low-crime rates. Journal of Environmental Psychology, v. 38, p. 195-205, 2014.

VILLARREAL, A.; SILVA, B. F. A. Social cohesion, criminal victimization and perceived risk of crime in Brazilian neighborhoods. Social Forces, v. 84, n. 3, mar. 2006.

WILSON, J. Q.; KELLING, G. L. Broken windows. Atlantic monthly, v. 249, n. 3, p. 29-38, 1982.

Downloads

Publicado

2020-08-31