A PRODUÇÃO ACADÊMICA DOS ALUNOS DE UMA DISCIPLINA DO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO: FORMAÇÃO DE FORMADORES, DA PUC-SP: o sabor da autoria

Palavras-chave: Produção Acadêmica. Mestrado profissional em educação. Diário de Itinerância. Estratégia de Formação.

Resumo

Neste artigo discutimos as contribuições advindas da elaboração e publicação de uma produção acadêmica por alunos participantes de uma disciplina do curso de Mestrado Profissional em Educação: Formação de Formadores da PUC-SP. A disciplina tem por objetivo incentivar a apropriação dos saberes de maneira crítico-reflexiva, abrangendo a vida cotidiana da escola e os conhecimentos derivados da experiência dos formandos. Várias estratégias foram empregadas ao longo da Disciplina. Uma foi avaliada pelos alunos como potencialmente mobilizadora: o Diário de Itinerância; dispositivo que permite o resgate das memórias afetivas como alavanca para o trabalho com textos teóricos, oportunizando a teorização da prática. A experiência da utilização do Diário de Itinerância mobilizou o grupo de 30 alunos a publicar um livro contendo a coletânea de seus textos. Para avaliar a contribuição dessa experiência para o desenvolvimento cognitivo-afetivo dos estudantes, foi elaborado um questionário com objetivos de reconhecer a possibilidade do uso do diário de itinerância como estratégia formativa e identificar na voz de formadores de professores os significado e sentidos construídos sobre essa produção acadêmica. Os dados foram analisados com base nos princípios da Análise de Discurso e fundamentados em autores do campo da formação docente. Dentre as apreciações dos alunos destacaram-se: o processo reflexivo resultante de narrar suas próprias experiências relacionando-as com o referencial teórico discutido durante a disciplina, garantindo maior interesse e intimidade com o texto lido; a ressignificação dos saberes e práticas, percebendo que suas trajetórias profissionais fornecem um universo de ideias que possibilitam analisar os dilemas da formação docente.

Biografia do Autor

Jeanny Silva, PUC-SP
Doutora em Psicologia da Educação (PUC-SP), Mestre em Letras (Mackenzie), especialista em ensino de Língua Portuguesa (Unicamp) e em Designer Instrucional (Federal de Itajubá). Trabalhou como coordenadora de núcleo pedagógico SEE-SP e gestora de projetos de cursos a distância na Escola de Formação de Professores EFAP/SEE-SP. Atualmente é professora de pós-graduação, ministrando diferentes cursos na área de Educação; desenvolve conteúdos para cursos EaD e atividades de monitoria e tutoria no Mestrado Profissional em Educação: Formação de Formadores PUCSP. Tem 9 anos de experiência no campo da formação docente, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de coordenadores, prática de ensino, currículo e avaliação, competência leitora e escritora e formação de tutores e professores EaD.
Laurinda Almeida, PUC-SP
Laurinda Ramalho de Almeida cursou Pedagogia e especialização em Orientação Educacional na USP; Mestrado e Doutorado em Psicologia da Educação na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, concluindo o doutorado em 1992. Atuou como professora, orientadora educacional, diretora e supervisora na Rede Pública Estadual e em órgãos centrais da Secretaria Estadual de Educação do Estado de São Paulo. Atualmente é docente do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação e do Mestrado Profissional em Educação: Formação de Formadores, ambos da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É lider do Grupo de Pesquisa Bases da Psicologia na Educação, no CNPq Em seu Curriculo Lattes os termos mais frequentes na contextualização da Produção Cientifica são: Formação de Professores, Ensino-Aprendizagem, Psicologia da Educação, Ensino Fundamental, Ensino Público, Coordenação Pedagógica Educacional, Relações Interpessoais, Abordagem Centrada na Pessoa e Psicogenética Walloniana.
Elisa Bonafé, PUC-SP
Doutoranda em Educação: Psicologia da Educação (PUC-SP). Diretora do Núcleo Técnico do Sistema de Formação dos educadores da Rede Municipal de São Paulo (SME), monitora da Profª Drª Laurinda Ramalho de Almeida na disciplina Ação Pedagógica do Formador: saberes e práticas (PUC-SP) por quatro semestres. Tutora por dois semestres dos mestrandos do Mestrado Profissional em Educação: Formação de formadores.Título de Mestrado em Educação: Formação de Formadores pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2015). Magistério concluído no CEFAM, graduação em Psicologia e Pedagogia. Atualmente alocada na Secretaria Municipal de Educação no setor responsável pela formação continuada dos profissionais da educação, tenho seis anos de experiência na Coordenação Pedagógica em escolas de Educação Infantil e do Ensino Fundamental I e II na Prefeitura Municipal de São Paulo. Anteriormente, atuei como professora de Educação Infantil e de Ensino Fundamental I e II em escolas particulares e públicas em redes municipais (Guarulhos) e estadual de São Paulo.

Referências

ALMEIDA, Laurinda R. Ensino Noturno – Memórias de uma experiência. São Paulo: Loyola, 2010.

__________. O coordenador pedagógico e a questão do cuidar. In: ALMEIDA, Laurinda R. de e PLACCO, Vera M. N. de Souza. (org). O coordenador pedagógico e questões da contemporaneidade. São Paulo: Edições Loyola, 2011.

___________. Diário de itinerância, recurso para formação e avaliação de estudantes universitários. Fundação Carlos Chagas. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 23, n. 51, p. 250-269, jan./abr. 2012.

___________. Memórias de incidentes críticos como impulso para iniciar processos formativos. In. PLACCO, Vera M. N. S.; ALMEIDA, Laurinda R.(orgs.) O coordenador pedagógico no espaço escolar: articulador, formador e transformador. São Paulo: Edições Loyola, 2015.

___________; SILVA, Jeanny M. S.; BONAFÉ, Elisa M. (orgs.) Nossa itinerância por textos acadêmicos: a expressão da integração cognitivo-afetiva. Campinas, SP: Pontes Editores, 2017.

ANDRÉ, Marli D. A.; VIEIRA, Marli M. S. O coordenador pedagógico e a questão dos saberes. In: ALMEIDA, L.; PLACCO, V. (Orgs.). O coordenador pedagógico e questões da contemporaneidade. São Paulo, Loyola, 2006.

BARBIER, René. A Pesquisa-ação. Brasília: Liberlivro, 2007.

Bardin, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

DELORY-MOMBERGER, Christine. Formação e socialização: os ateliês biográficos de projeto. Educação e Pesquisa: São Paulo, v.32, n.2, p. 359-371, maio/ago. 2006.

FURLANETTO, Ecleide C. A recuperação da história de vida da instituição: um projeto de formação. In: ALMEIDA, Laurinda R.; PLACCO, Vera M. N. S. O Coordenador Pedagógico e a formação centrada na escola. São Paulo: Edições Loyola, 2013.

GARCÍA, Carlos M. A formação de professores: novas perspectivas baseadas na investigação sobre o pensamento do professor. In: NÓVOA, Antônio. Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

JOSSO, Marie-Christine. Experiência de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

LARROSA, Jorge B. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação. n.19, pp.20-28, jan./abr. 2002.

PÉREZ GÓMEZ, A. O pensamento prático do professor – a formação do professor como profissional reflexivo. In. In. Nóvoa, A. Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

PIMENTA, Selma G. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In. PIMENTA, Selma G. (org.) Saberes pedagógicos e atividade docente. 7ª ed. São Paulo: Cortez, 2009.

PLACCO, Vera M. N S.; SOUZA, Vera L. T. (orgs.) Aprendizagem do adulto professor. São Paulo: Edições Loyola, 2006.

ROLDÃO, Maria C. Estratégias de ensino: o saber e o agir do professor. Vila Nova de Gaia: Fundação Manoel Leão, 2010.

SOUZA, Vera L. T.; PETRONI, Ana P.; DUGNANI, Lilian A. C. A dimensão do trabalho coletivo na escola: intervenções com a equipe gestora. In: ALMEIDA, Laurinda R.; PLACCO, Vera M. N. S. O Coordenador Pedagógico no espaço escolar articulador, formador e transformador. São Paulo: Edições Loyola, 2015.

WALLON, Henrri. A evolução psicológica da criança. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

ZABALZA, Miguel. Diários de aula, um instrumento de pesquisa e desenvolvimento profissional. Porto Alegre: Artmed, 2007.

Publicado
2019-08-31