A Totalidade do mundo: Considerações sobre o silêncio nas éticas de Schopenhauer e de Wittgenstein

Autores

  • Vilmar Debona PUCPR

DOI:

https://doi.org/10.32813/2179-1120.2010.v3.n1.a227

Resumo

Neste texto analisamos alguns aspectos da presença de um mundo tomado como totalidade nas teorias éticas de Schopenhauer e de Wittgenstein. Desse modo, aspiramos apontar certos distanciamentos entre os pressupostos que designam a esfera de ação do sujeito ético em ambos os pensamentos.

Downloads

Publicado

2010-06-11