A SOBERANIA ENTRE A RENÚNCIA DOS DIREITOS ILIMITADOS DO CONTRATO HOBBESIANO E A “ALIENAÇÃO VERDADEIRA” DO PACTO ROUSSEAUNIANO

Palavras-chave: Hobbes, Rousseau, contrato, direitos, soberania.

Resumo

Detendo-se na transição do estado de natureza para a sociedade civil, o artigo contrapõe o caráter contingente e voluntário do contrato hobbesiano e a necessidade que implica o processo de constituição do social que determina o pacto rousseauniano, convergindo para a antinomia da relação envolvendo liberdade e autoridade que se de acordo com a perspectiva de Hobbes demanda a renúncia dos direitos ilimitados dos sujeitos em função da soberania estatal e acarreta a  instituição do soberano como representante, detentor de todo o poder coletivo e única fonte da lei, segundo a leitura de Rousseau requer a “alienação verdadeira” dos indivíduos em face da soberania popular e resulta na constituição do povo soberano, única fonte legítima do poder e seu único detentor, e na instituição da Vontade Geral como condição para o seu exercício.

Biografia do Autor

Luiz Carlos Mariano da Rosa, "Espaço Politikón Zôon - Educação, Arte e Cultura"

- Escritor, poeta e ensaísta, letrista e articulista;

- Teórico da Educação e Filósofo Político;

- Autor de O Todo Essencial, Universitária Editora, Lisboa, Portugal, Quase Sagrado, Politikón Zôon Publicações, São Paulo, Brasil, e, entre outros, Mito e Filosofia: Do Homo Poeticus (em edição);

- Graduado em Filosofia pelo Centro Universitário Claretiano (CEUCLAR/SP) e Pós-Graduado em Filosofia pela Universidade Gama Filho (UGF/RJ);

- Professor-Pesquisador e Filósofo-Educador no Espaço Politikón Zôon - Educação, Arte e Cultura.

Referências

BOBBIO, N.; MATTEUCCI, N.; PASQUINO, G. Dicionário de Política. Vol. 1. Trad. de Carmen C. Varriale et al. 11 ed. Brasília: Ed. Universidade de Brasília, 1998;

BOTTOMORE, T.; OUTHWAITE, W. (Org.). Dicionário do pensamento social do Século XX. Trad. de Álvaro Cabral e Eduardo Francisco Alves. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1996;

CASSIRER, E. A questão Jean-Jacques Rousseau. Trad. de Erlon José Paschoal e Jézio Gutierre. São Paulo: Ed. UNESP, 1999;

DENT, N. J. H. Dicionário Rousseau. Trad. de Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1996;

DERATHÉ, R. Jean-Jacques Rousseau e a ciência política de seu tempo. Trad. de Natalia Maruyama. São Paulo: Ed. Barcarolla/Discurso Editorial, 2009;

DUVIGNAUD, J. A sociologia: guia alfabético. Trad. de Ivan Pedro de Martins. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1974;

HOBBES, T. Do cidadão. Trad. de Renato Janine Ribeiro. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998;

________, _. Leviatã: ou matéria, forma e poder de uma república eclesiástica e civil. Trad. de João Paulo Monteiro e Maria Beatriz Nizza da Silva. São Paulo: Martins Fontes, 2003;

MARIANO DA ROSA, L. C. Do direito de ser homem: da alienação da desigualdade social à autonomia da sociedade igualitária na teoria política de Jean-Jacques Rousseau. PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP, Macapá–AP, v. 7, n. 2, p. 109-133, jul./dez. 2014;

MORA, J. F. Dicionário de Filosofia. Tomo I (A-D). Trad. de Maria Stela Gonçalves et al. 2. ed. São Paulo: Ed. Loyola, 2004;

ROSA, L. C. M. Da vontade geral como condição para o exercício da soberania popular em Jean-Jacques Rousseau. Revista Latitude, UFAL, Maceió–AL, v. 9, n. 1, pp. 99-130, 2015;

_____, ______. Do bem comum da visão platônico-aristotélica à lógica hobbesiana do contrato social (da ordem mecânica da matéria à ordem final da vontade). Revista Aurora, UNESP, Marília–SP, Edição Especial (Dossiê), v. 7. p. 81-102, 2013;

ROUSSEAU, J.-J. Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens. Trad. de Lourdes S. Machado. Vol. II. São Paulo: Nova Cultural, 1999a;

__________, ___. Do contrato social. Trad. de Lourdes S. Machado. Vol. I. São Paulo: Nova Cultural, 1999b.

Publicado
2016-07-01