Os sentidos do povoamento: aspectos da ocupação territorial de minas gerais

Autores

  • Ricardo Luiz de Souza

DOI:

https://doi.org/10.32813/2179-1120.2009.v2.n1.a209

Resumo

O objetivo desse trabalho é definir algumas diretrizes que nortearam as etapas iniciais do processo de povoamento de Minas Gerais, definindo seus antecedentes e analisando alguns episódios fundamentais que determinaram seu rumo. A busca por metais preciosos revelara-se uma preocupação já nos primórdios da colonização, mas havia sido, até o final do século XVII, pouco produtiva. A descoberta de reservas de ouro em grande escala no novo território gerou um processo de povoamento baseado na imigração maciça e desordenada, que fez surgir novas cidades e definiu todo um novo padrão de ocupação territorial. Sem a preocupação de ser exaustivo, o texto visa, antes, sintetizar o processo de povoamento que levou à criação da capitania de Minas Gerais a partir do estudo de seus antecedentes e suas características. E tem, ainda, como objetivo, colocar em relevo alguns personagens e episódios representativos em relação ao período histórico em questão.                                              

Biografia do Autor

Ricardo Luiz de Souza

Doutor em História pela UFMG. Professor da UNIFEMM - CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS

Downloads

Publicado

2009-07-01